OS NOVOS MODELOS DE NEGÓCIO, GESTÃO E DINÂMICAS DE TRABALHO APÓS A PANDEMIA DO COVID-19

 

A crise de proporções globais causada pelas medidas impostas para conter a propagação do novo coronavírus tem surpreendido empresas de diversos tamanhos e setores, pois houve a necessidade de se readequarem diante desse novo cenário, onde cada vez mais se usa os meios tecnológicos para a continuidade das atividades empresariais como o home office e reuniões por videoconferência, sendo necessário que o empresário repense tudo, desde o modelo de negócios à relações com a tecnologia.

 

Em meio a tantas incertezas, a percepção que se tem é que o isolamento social vai provocar a criação de novas dinâmicas de trabalho, com novos hábitos e comportamentos no universo corporativo, revisando as reais necessidades de se manter processos e estruturas.

 

Neste contexto, como uma nova tônica da gestão de empresas pós-coronavírus, muitos poderão ser impulsionados pelo trabalho remoto, fazendo com que cada um entenda as ambições da companhia e seja capaz de tomar atitudes para caminhar em direção a um norte comum.

 

A dinâmica de condução de processos a distância exige um alinhamento maior entre as equipes e a própria empresa, pois é mais difícil controlar as ações dos funcionários, exigindo uma gestão com maior comando e controle, sendo necessário uma equipe que entenda os desafios e objetivos da empresa e que tenha capacidade de reagir às dificuldades que vierem a ser apresentadas.

 

Para que esse modelo de trabalho funcione, além da transparência na comunicação da alta liderança com os funcionários, deve-se implantar aos trabalhadores uma participação significativa nos lucros e resultados, de modo que eles entendam que as movimentações têm impacto direto em sua remuneração e, consequentemente, na vida pessoal. É preciso transparência o suficiente nas informações para que todos saibam tomar riscos e queiram empreender juntos.

 

Muitas das previsões de cenários para o pós-coronavírus já fazem parte da cultura das startups, onde o home office já é uma realidade e o escritório se tornou uma alternativa para encontros e reuniões semanais.

 

Assim como toda mudança requer um prazo de resposta e adaptação, as novas dinâmicas aqui expostas se tornam cada vez mais próximas da realidade, já que as novas organizações já nascem no mundo digital e com um novo modelo de pensamento.

 

As novas dinâmicas de gestão e trabalho baseadas na confiança e colaboração, focada na ajuda mútua para desenvolver soluções, influenciam positivamente em vários aspectos, pois essa flexibilidade permite ao funcionário desenvolver a autogestão, colaborando para a entrega de melhores resultados por promover uma integração mais facilitada entre vida pessoal e profissional.

 

Deste modo, com a onda de transformação digital das empresas no Brasil, o tema se tornou definitivamente estratégico, pois impacta em produtividade, economia de recursos e até na gestão de pessoas. É importante pensarmos que a implantação do trabalho remoto deve dar atenção a detalhes, principalmente na orientação quanto à segurança de dados da companhia.

 

 

Diante desse cenário, o escritório está à disposição para modernizar o seu negócio e atender demais necessidades.